quarta-feira, 21 de agosto de 2013

Fim

Agora é oficial, como dizem. Acabou de vez o SPEED CHANNEL. Sábado último passado, às 7h no horário de Brasília, o apresentador Mike Joy deu a triste notícia para todos os fãs do canal. Como não consegui carregar o vídeo, para assistir cliquem aqui.
Termina, assim, também nos Estados Unidos, o único canal de televisão 100% dedicado a carros e corridas. Mas não se pode dizer que foi um final melancólico. O SPEED tinha uma audiência enorme e, tal qual aconteceu aqui no Brasil, deixou uma legião de órfãos irritados com a criação do tal Fox Sports (e que lá leva um número 1 na denominação. Significa dizer que, possivelmente, haverá mais de um Fox Sports. Coitados dos norte-americanos...). É só ver os comentário no YouTube. A turma por lá também ficou muito indignada.
Mas a vida segue. Não com a velocidade e entusiasmo que víamos no SPEED. Longe disso. Segue vagarosamente, no ritmo do esporte mais chato que existe, futebol. Segue, a vida, tristemente tal qual as declarações analfabetas dos afamados boleiros.
Portanto, você, meu amigo leitor que era espectador do SPEED, neste sábado preste uma homenagem ao canal. Não leve seu carro para o lava rápido. Fique em casa, pegue uma caixa de Bud, compre uma boa flanela e dê um trato na máquina.
Ele e o deus-motor irão te agradecer.

“Por 18 anos foi nossa honra e privilégio apresentar o automobilismo e programas relacionados a automobilismo pela emissora que começou como Speedvision, tornou-se Speed Channel e agora é conhecida como Speed. Dos visionários que começaram essa rede, do pessoal da manutenção à gerência, dos apresentadores aos motoristas de caminhões, nós compartilhamos essa paixão pelo esporte a motor por todos esses anos. Nós adoramos que vocês se importem tanto com seus carros como com suas famílias, Deus e o país. Como nós. Mas agora é hora de desligar o carro e passar a chave. É o fim do Speed nos Estados Unidos. Esperamos que vocês nos sigam em nossa nova jornada, Fox Sports 1. Porque todos seus programas preferidos da Nascar e muito mais está seguindo conosco. Então, boa noite, e adeus à autoridade americana em automobilismo, Speed.”

terça-feira, 23 de julho de 2013

Another comment

Para você que vive, respira e come futebosta, sorry.
Para nós que não perdemos tempo com isso, o automobilismo nos reserva momentos de poesia pura.
Mais um do mestre Antti. 


Just a comment

When the flag drops, the bullshit stops.
Another masterpiece by Antti Kalhola.




Radio Chaos

Dia desses, em um churrasquinho na casa do Diogo, conversava com uns ligas e lá pelas tantas surge o papo de música. Do que você gosta, do que não e por ai vai. Não lembro se rolava U2 mas eu caí de sola:
- Não gosto e nunca gostei.
- Como? Todos gostam - retrucou um amigo.
- Não gosto e fim de papo. Não me agrada aquela guitarra que parece desafinada - disse.
Bom, enfim, em resumo não gosto mesmo. Acho muito frutinha o som dos caras.
Mas (sempre tem um mas), eis que lembrei de duas músicas dos caras que me convencem. Claro que não por conta de Bono e companhia, mas sim pelas belas participações especiais que conseguem ofuscar sem dó nem piedade os irlandeses.
Aí embaixo os dois vídeos. O primeiro é de chorar!



domingo, 21 de julho de 2013

Radio Chaos (light)

Sabe quando veremos isso por essas bandas? É possível que em algum evento muito do esparso. Mas com essa organização e esse público... Eventos assim por aqui só dão certo se fechados e pagos. Bem pagos.
Para o povão, a porra do governo está mais preocupado em jogar pão para os famintos e lhes agraciar com um belo espetáculo circense. 
Se bem que, sejamos justos, esse povinho sem vergonha que habita essas bandas não ajuda. Tendo bastante cerveja e bundas em proliferação, um axezinho, pagodinho, sertanojo e funk já deixam a maioria esmagadora para lá de contente. E não pensem que isso tem jeito. Não tem. Nunca mais.
Sobre esse cara ai de baixo, o nome é Dmitri Hvorostovsky, um russo que ganhou notoriedade após vencer uma competição, em 1989, promovida pela BBC. Agora imaginem que essa competição foi transmitida nos moldes do Big Brother. Só que ao invés de bundas, cafofos e o caralho, eram cantores de ópera lutando pela fama. Bacana, né?
Ah, para quem interessar, o nome do cabra em russo se escreve assim:  Дмитрий Александрович Хворостовский.

quinta-feira, 18 de julho de 2013

Chega né?

Está lá na revista WARM-UP: F-1 é o evento que mais gera receita para a cidade de São Paulo e a reforma dos boxes de Interlagos vai custar menos de 1/5 do que foi gasto na bela merda do estádio do Cutíntia. 
Uma prova de que nem só de futebol um país deve viver.

terça-feira, 16 de julho de 2013

Número redondo

Gosto de números redondos. É mais fácil para fazer contas, são mais bonitos e nos mostram que as metas estão aí para serem alcançadas - e batidas.
Dia desses estava todo pimpão que este meu humilde blog iria bater os 10.000 pageviews desde sua estréia. Pode não parecer muito para sites que tem um zilhão de acessos/dia, mas para mim é bem legal.
Só que, vejam só, passei umas duas semanas me cuidando para postar algo no exato momento em que atingisse a marca e, quando me descuido um pouquinho, pronto, tá lá, 10.021 visitas desde o começo.
Quero, então, agradecer a todos meus amigos e seguidores que tem, de uma maneira ou de outra, acompanhado esse monte de bobagem que coloco aqui. Tem gente que me pergunta, porque não no feissibúque. Bom, primeiro porque eu já saí daquela porcaria faz mais de três meses e segundo porque não faz uma misteruba danada, com fotos disso, curti aquilo, frases de bom dia já de noite, etc. 
O "quero meu SPEED" é onde coloco minhas idéias e opiniões sobre alguns dos mais variados assuntos, principalmente automobilismo e automóveis.
Como a data é comemorativa poderia anunciar alguma mudança, mas não irei fazê-lo porque não tenho nenhuma em vista.
Mais tarde faço um levantamento estatístico sobre visitas, posts, etc.
Por enquanto, meus amigos, meu muito obrigado e continuem conosco!

sexta-feira, 12 de julho de 2013

Radio Chaos - Dia do Rock

Já viram o vídeo do Lordi que eu postei mais aí embaixo? Não? Então tá aqui ó.
Agora achei o making off da bagaça. Estava assistindo e pensando como os caras fazem esse negócio de tiros, cabeças rolando e o escambau. Bom, agora já sei.
Vale muito a pena conferir. Dá uma trabalheira do caramba!


terça-feira, 9 de julho de 2013

Radio Chaos - Especial Dia do Rock

The man, the voice, the legend! Jorn Lande.
Música nova, fornada 2013!
Ajuste o pitoco do seu dial para TALO!
E por hoje chega. 
Tô sono.


Radio Chaos - Especial Dia do Rock

Dica do meu amigo (Phil) Anselmo! Johnny Cash by Volbeat.
Lá mesmo! No talo!


Radio Chaos - Dia do Rock

E sabadão próximo futuro, eis que comemoramos mais um dia mundial do Rock! O único estilo de música (juntamente com a clássica) que nunca sai de moda. Não tem porra de axé, sertanojo, pagode, batucada de xoxa branca (como são desafinados! Vão aprender a tocar essa porra de batuque, carai.).
Então nessa semana vamos colocar muita música boa para a rapeize (uia!), manja?
Não vai ter ordem alguma, nem história de banda como fiz ano passado.
Só porrada! E da melhor qualidade.
Prá começar, Materplan (vão ter que aguentar. Agora tô na fase Jorn Lande).
Não preciso avisar, né? Talo!


8/10

Here I go again!





segunda-feira, 8 de julho de 2013

Ainda dá tempo

Hoje em forma de drops.
VETTEL: assumiu a ponta no começo e só perdeu durante as paradas para troca de pneus. Andou muito, as always. Também, com um carro desses até o Massa...;
RAIKKONEN: acho que poderia ter terminado sem o último pit. A Lotus evoluiu bem nessa pista;
GROSJEAN: teve que dar passagem para Kimmi. Não luta por nada mesmo, então que deixe o companheiro passar;
ALONSO: luta até o fim. Difícil se entregar. Pena que a Ferrari parece que tem andado para trás;
HAMILTON: largou mal e andou para trás. Retificando o que disse semana passada, pelo visto a Mercedes NÃO resolveu seu problema com os pneus;
BUTTON: com o carro que tem, conseguiu fazer milagre;
WEBBER: tem mostrado uma capacidade incrível de reagir. Se fosse mais constante estaria fácil no pódio;
PEREZ: mesmo se debatendo todo no pelotão da merda, ainda conseguiu três pontinhos;
ROSBERG: a caca começou no sábado quando calcularam mal a saída do alemãozinho;
HULKENBERG: a Sauber deu sei suspirinho;
DI RESTA: apagado. Nem parece a Force India de Silverstone (1);
RICCIARDO: sob pressão para mostrar trabalho e, se possível, pegar o lugar de Webber (1);
SUTIL: apagado. Nem parece a Force India de Silverstone (2);
GUTIERREZ: ainda não vi esse piá fazer nada de positivo. A não ser o patrocínio de Carlos Slim;
MALDONADO: está perdendo o posto de primeiro piloto para Bottas. Reclama demais, o venezuelano;
BOTTAS: tira Perez e coloca Bottas que a McLaren andará melhor;
PIC: dá um coro no companheiro;
VAN DER GARDE: tem que colocar Kovalainen em seu lugar urgentemente!;
CHILTON: alguém viu?
VERGNE: sob pressão para mostrar trabalho e, se possível, pegar o lugar de Webber (2);
BIANCHI: Cara, cadê meu carro?;
MASSA: que história é essa de bumerangue?

Raikkonen, Vettel e Grosjean, o pódio do GP da Alemanha de 2013 (AP Photo/Luca Bruno)




sábado, 6 de julho de 2013

Radio Chaos 3

Hoje estou impossível. Acho que é a falta de sono. Então fico procurando coisas para embalar me soninho...
Clássico para terminar bem a noite.
Aliás, boa noite!






Radio Chaos 2

Olha a qualidade dessa música. Mr. Lordi. E o clipe? Coisa de maluco!
As always, no talo! Mais no talo que de costume!


sexta-feira, 5 de julho de 2013

Radio Chaos

Mais porradaria da melhor qualidade. Rick Altzi até que se esforça, mas a alma do Materplan era mesmo Jorn Lande. Vale pela guitarra nervosa.


Ó vida...

Está no twitter do moço. Essa é a parte "pesada" do seu trabalho: eventos promocionais.
Ai, ai...

Promete!

Finalzinho de semana galã esse que se alvoroça! F-1 em Nurburgring, Indy em Pocono e NASCAR em Daytona (adoro Daytona (junto com Talladega, a melhor corridas para assistir).
F-1 sempre passa ao vivo na Globo e o SporTV nos faz a gentileza de transmitir todos os treinos em tempo real. Ponto para eles.
A Indy geralmente tem transmissão garantida no BandSports. Ah, você acha que vai conseguir assistir pela Bandeirantes? Bom, eu tenho minhas dúvidas. 
O problema é a NASCAR. O Fucks Sports não tem sido, como digo, regular em suas transmissões da categoria norte-americana. Em verdade, os caras não tem sido nada competentes. Enquanto teve a tal da Copa das Confederações as corridas tinham lugar garantindo na grade de programação porque todas as demais partidas de todos os outros campeonatos estavam suspensas. O problema é que agora o calendário está normalizado. 
A corrida será amanhã, às 8:10 pm, no horário americano. No site do Fucks Sports consta que haverá transmissão AO VIVO. É ver para crer.
E como diz o outro, torcemos juntos!

trk_analysed_1500x796

terça-feira, 2 de julho de 2013

De chorar!

Existe alguém que fique impassível a isso? Sebastian Loeb subindo Pikes Peak. A mais famosa "corrida" de subida de montanha do mundo. 
Sem musiquinha de fundo, sem montagem, sem nada. Simplesmente o francesinho descendo a bota no Peugeotzinho. Reparem nos finais de aceleração, no momento da troca de marchas. O ronco do motor parece fazer saltar algo dentro do peito.
Maravilhoso.
Quem quiser ver o vídeo maior e com resolução melhor clique aqui.




segunda-feira, 1 de julho de 2013

Pão e circo

E o jogo da seleção ontem? Coisa maravilhosa! Jogaço de bola! Neymar e companhia mostraram a todo mundo que quem quiser se meter a rabequista aqui na terrinha, vai ter que mostrar que tem samba no pé! Um espetáculo de luzes e cores na Arena do Maracanã! Nem a grama toda fodida foi suficiente para tirar a beleza da apresentação da seleção. Brasileiro não se importa com isso. O importante e ver a seleção bater um bolão e retribuir a esperança que tanto depositamos nela. Afinal de contas, somos todos brasileiros sem qualquer problema social, político, financeiro! Temos que somatizar nossa energia de brazucas em algo. Pois, então, que seja com a seleção!
Porque de resto, está tudo 100%!


Still Alive!

Confesso que não sei nem por onde começar esse texto. Seja pelos estouros dos pneus, seja pela recuperação de Alonso e Webber no final, seja pelo câmbio quebrado de Vettel, seja pela largada espetacular de Massa, o fato é que o GP da Inglaterra, ontem, foi, salvo melhor  juízo (não gosto dessa expressão - coloca em xeque o que eu próprio quero dizer - mas como não achei nada melhor...) a melhor corrida da temporada.
E, além de tudo isso que eu disse aí em cima, o GP de Silverstone serviu para também para sacramentar a recuperação da Mercedes. Senão, vejamos. 
Quem assistiu à transmissão com um pouco de atenção e não se deixando levar pelas bobagens que o narrador global verborrava, notou que desta vez Vettel não conseguiu entrochar uma charola no rabo de ninguém. O máximo de diferença que conseguiu abrir de Rosberg, então segundo colocado, foi de 3s. O filho de Keke sempre estava ali, cercando o lourenço e não deixando Vettel fugir. Não fosse o azar do alemãozinho da Red Bull (para nooooooossa alegria), que abandonou a poucas voltas do fim com o câmbio na mão (entenderam??? Sou muito pândego!), creio que Nico teria brigado pela primeira posição diretamente. Mas isso não foi preciso.
É mais um exercício de elucubração que faço. O azar de Vettel fez a vitória cair no colo de Rosberg. E, a reboque, fez a diferença entre o pupilo da Red Bull e Fernando Alonso cair um pouquinho. Antes da corrida era de 36 pontos, com previsão para subir para mais de 50... No final, contudo, acabou baixando para 21. Negociata da China!
Ainda mais se levarmos em conta que esse carro da Ferrari está levando trolha atrás de trolha na classificação. Pô, Domenicalli, 10º e 12º (que viraram 9º e 11º, por conta da punição a Di Resta), não é coisa que se faça! Alonso até reclamou em sua conta no twitter, dizendo que não era isso que os caras esperavam. O próprio Domenicalli ontem, ao final da etapa, disse que o desenvolvimento do F138 está caminhando para trás. Pois então que trate de seguir adiante, ora bolas! A Ferrari não pode se dar ao luxo de contar unicamente com o talento de Alonso para buscar o título. Tem que desenvolver o carro a ponto de Felipe poder lutar por posições lá na frente. Que, a meu ver, era o que o brasileiro conseguiria ontem, não fosse o pneu estourado.
Massa fez uma largada para lá de gigante. De 11º para 5º em meia volta! E mesmo tendo caído para último (duas vezes, já que com o safety car tratou de entrar nos boxes novamente), foi remando, remando, até que conseguiu salvar um sexto lugar. E digo mais: se a corrida tivesse mais duas voltas pegaria a quinta colocação de Raikkonen, que estava se arrastando no final. Felipe estava a 3s3 do finlandês quando a bandeira quadriculada foi agitada.
Palmas também para a corrida de Webber. Depois de ter caído de 4º para 15º após um enrosco na largada, o canguru fez uma bela recuperação para conseguir salvar o segundo posto do dia. Brigaria com Rosberg pela liderança? Creio que não. A Mercedes melhorou muito depois do tal teste secreto em Barcelona. 
O que nos leva a colocar, então, Alonso como o segundo postulante ao título. Se em classificação a Ferrari leva uma charola desse tamanho de todo mundo, pelo menos na corrida o carro é bem mais-ou-meninhos, como diz meu pai. Além do mais, Vettel terá agora mais um time para se preocupar. Depois de anos remando, a Mercedes chegou. E não está de brincadeira, não.

Meanwhile...

...600 GPs da Williams, com um pastor e um sapateiro (entenderam?) no volante. Alguém lembrou de comemorar essa marca?
...a Pirelli já estuda chamar a Michelin para ensinar como se faz pneu;
...200 mil pessoas em Silverstone... E aqui quando os caras colocam 60 mil já é motivo para dizer que foi o evento de maior sucesso do ano. No mundo!
...a Caterham precisa urgentemente aposentar ou o Van der Garde ou o Chilton e promover Kovalainen a titular;
...Barrichello de comentarista de F-1 está como Ronaldo de comentarista de futebol. Uma merda.


quinta-feira, 27 de junho de 2013

Até que enfim!

Depois de três semanas de jejum já estava sentindo os sintomas da abstinência de F-1. Mas, para nooooooossa alegria, eis que este final de semana teremos GP de Silverstone, na bela e nublada Inglaterra.
E o final de semana já começou a trezentos por hora, com Mark Webber anunciando que, finalmente, vai dar um pé na bunda daquela calhordagem da Red Bull. Christian Horner até que tentou, mas não conseguiu segurar o canguru, que vai seguir por outras paragens, mais especificamente no mundial de WEC como o mais novo contratado da Porsche. Webber já correu de Endurance no final dos anos 90 com a Mercedes. É ele o cara que pilotava a Mercedes que decolou em Le Mans.
Pois que seja muito feliz, o australiano. Iria fazer mais o que na F-1? Nada. O sonho de se tornar campeão acabou em 2010, sua maior chance até agora. 
E, sejamos sinceros, conviver com Vettel nos últimos anos deve ter se tornado um carma para o cabra.
Pagou todos os seus pecados. E vai para o WEC perdoado.
Aí embaixo o vôo do canguru.




quarta-feira, 26 de junho de 2013

E assim caminha...

Pois é. Nesse paiseco sem vergonha o que manda, mesmo, é a merda do futebol. O brasileiro, salvo melhor juízo, deve ser o povo mais burro e ignorante da face da terra. Não dá espaço para mais nada que não seja futebosta. Lógico que em tempos de Copa do Mundo de Vôlei, a porra da Globo desperta um sentimento de patriotismo escondido nas entranhas do povaréu. Nesses poucos dias do ano, todo mundo ama vôlei, conhece a fio do esporte e o escambau.
Ultimamente outro esporte que estava (eu disse estava) chamando a atenção é o tal do UFC, também conhecido como rinha humana. Uma estupidez sem tamanho. A Globo até inventou um programa, capitaneado pelo Galvão Bueno, para promover o esporte. Uma papagaiada no melhor estilo vênus prateada. 
Esse intróito serve para marcar a notícia mais triste que recebi esse ano: o Autódromo de Curitiba tem data para terminar. 2015 é o ano. Será todo desmantelado para virar condomínio de casas, ou terrenos, ou prédios. Alguma coisa assim. Cubículos para aumentar ainda mais a já desenfreada inflação demográfica e aumentar as burras de dinheiro desses pulhas da sociedade que são os especuladores imobiliários. Um dia eles hão de quebrar. E nesse dia a mãe natureza tratará de puni-los como deve ser. 
Com a morte do Autódromo de Curitiba, resta no Brasil apenas uma pista homologada pela FIA, Interlagos. 
E esse é o país dito do futuro. Um país que tem um governo que gasta milhões para reformar estádios no Amazonas e sei-lá-mais-onde para ser servir como estandarte da pujante economia tupiniquim e restar esquecido para todo o sempre. Um país que coloca dinheiro público em "Arenas" privadas (Arena é ridículo, não?) para o deleite dos Metralhas da vida. 
E um país que, sejamos honestos, tem um governo para lá de esperto. Usa a política do pão e circo (nesse caso, bolsa e futebol) para deixar o povo feliz e esquecer as agruras da vida. Sim, porque brasileiro é um povo feliz! O que importa é que o povão consiga pagar a prestação da Casas Bahia e tenha uns troco para o pão com linguiça e cervejinha do final de semana! 
A verdade é que estamos todos fodidos. 
Ah, e aqui torno público o que falo para meus amigos: cinco anos. Esse é o prazo para quebrarmos e despertamos da doce ilusão de que somos um país rico.

segunda-feira, 24 de junho de 2013

Dá para melhorar

Não era bem o que eu esperava da Caterham em sua primeira participação nas 24 Horas de Le Mans, que acontecem na cidade de Sarthe, França. 24º no geral e 11º e último na sua categoria, a LPM2, ou Protótipos 2 para os menos ambientados. Problemas na suspensão de seu bólido fez com que a Caterham terminasse o endurance 41 voltas atrás do vencedor. Que foi um Audi, para variar...
Nas últimas dez  edições das 24 Horas, apenas em 2009 a Audi não venceu. E nas últimas quinze, os caras venceram doze.
O notícia triste fica por conta da morte do piloto dinamarquês Allan Simonsen, apenas nove minutos após o começo da corrida. 
Esse tipo de notícia nos deixa chocado. Mas, não fosse por pessoas como Simonsen, não teríamos o espetáculo que é o esporte a motor.




domingo, 16 de junho de 2013

Radio Chaos

Porrada da melhor qualidade. 
Jorn Land e Masterplan. Uma das vozes mais belas do power metal!
Enjoy it!


quinta-feira, 13 de junho de 2013

quarta-feira, 12 de junho de 2013

So cute

Bem bonitinha a homenagem do Google ao dia dos namorados. Que se comemora hoje, para os desavisados...

Dia dos Namorados

terça-feira, 11 de junho de 2013

Gostei

Esse é o esquema de pintura do carro 88 para a próxima corrida, no   Promoção do novo filme do Super Homem, Soldier of Steel.
Não custa lembrar que ano passado Dale Jr., venceu essa mesma etapa patrocinando o filme do Batman.
Será que ele consegue repetir o resultado?
Ah, e Fox Sports, vê se não fode tudo e passa essa corrida ao vivo!

View image on Twitter


quarta-feira, 29 de maio de 2013

Não muda nunca

Paisinho de merda esse aqui. Essa música é de 1987. Daí pergunto: mudou alguma coisa?


Pátria Amada, é pra você esta canção
Desesperada, canção de desilusão
Não há mais nada entre eu e você
Eu fui traído e não fiz por merecer

Pátria Amada, cantei hinos em seu louvor
Mas tudo o que fiz de nada adiantou
Na boca amarga ainda resta esse refrão
Que diz pra morrer por ti e não importa a razão

Pátria Amada, como pude acreditar
Em palavras vazias e promessas soltas no ar
Pátria Amada, você me decepcionou
Quando eu lhe pedi justiça você me negou

Pátria amada!
Pátria Amada, de quem você é afinal
É do povo nas ruas ? Ou do Congresso Nacional
Pátria Amada, idolatrada, salve,salve-se quem puder!

sexta-feira, 24 de maio de 2013

Meia maratona

Em verdade era para ser uma Maratona completa. Mas a merda do Fucks Sports fez o favor de foder com tudo. Para que facilitar, né? Como é o único canal que detém os direitos da NASCAR pode se dar ao luxo de transmitir as corridas a hora que bem entender. Desrespeito total.
Mas voltando à vaca fria, domingão começa com GP de Mônaco de F1 às 9h, segue com 500 milhas de Indianápolis às 13h30min e termina com 600 milhas de Charlotte às 19h, transmitido em VT pela porra do Fox Sports à 1h30min da matina... Eu fico muito puto com esses putos.
E que venha domingão!

Se prepare: a maratona será longa

quarta-feira, 22 de maio de 2013

Radio Chaos

Uma das canções mais lindas de todos os tempos.
Mas, como disse Phill Collins, não é exatamente uma canção que trata de felicidade.


Just a comment

Pelo menos na piscina estou correndo (nadando) que nem o Alonso: 2.500 - 50min.



 Fernando Alonso18 May
Hoy piscina; 4km - 1:48h. Mis manos parece q tengan 100 años..;) Swim today 4km. Funny hands, 100 years old..;))

Bonito

Esse é o caparalho que Alonso usará esse final de semana em Mônaco.
Ao que parece as peças do quebra-cabeças são suas vitórias durante a carreira. Aliás, Alonso é quarto maior vencedor de todos os tempos, atrás de Schumacher, Senna e Prost.

segunda-feira, 20 de maio de 2013

Highlander

Assunto 1: 
Hoje mesmo estava conversando com a Fernanda sobre uma reportagem que ouvimos semana passada na Bandnews e que tratava dos estudos do homem para que sejamos imortais. Além do fato em si - imortalidade - o que mais me chamou a atenção foi a presença de espírito da médica entrevistada pelo Boechat. A certa altura o âncora pergunta: "a senhora acha que um dia poderemos chegar à imortalidade?", ao que ela responde: "o problema não é a imortalidade, é se teremos planeta até lá...".
Sensacional! Que resposta da doutora, hein? De que adianta vivermos 800 anos se estamos fodendo cada vez mais com nosso planeta? Chafurdando-o na lama com lixo, construções desenfreadas, extração irrestrita de recursos naturais e o escambau.
Vai adiantar muito sermos imortais desse jeito?
Creio que não.

Assunto 2:
Não sei porque hoje me deu na louca de ler algo sobre Jason Voorhees. Se você tem menos que trinta e poucos anos, vai lembrar vagamente do cabra. Eu, que já passei um pouco dos trinta, lembro bem.
Jason era o cara que fodia com nosso sono. Lembro perfeitamente de assistir a Sexta-Feira 13 e me cagar todo de noite. Cagar no sentido figurado, né. Geralmente essa porra de filme terminava perto da meia-noite e na hora de dormir eu tinha que ver todos os cômodos da casa para ver se estava tudo em ordem. E quando meus pais não estavam em casa, então! Uia, que medo!
Era meio mórbido isso... Tinha  medo da coisa toda e não perdia um. E até meio masoquista, não?
Mas, enfim, e a respeito da imortalidade acima discorrida, achei interessante o fato abaixo sobre Jason e o qual compartilho com vocês, queridos leitores.
Esse sim, é o verdadeiro imortal!

"Levou cerca de 435 tiros, foi esfaqueado 106 vezes, foi cortado muitas vezes por Freddy Krueger, levou 20 machadadas, foi atingido por um mastro de bandeira, foi atropelado por um trator e um carro, soterrado por um telhado, foi atingido por vasos, um sofá, pedaços de madeira, dois torpedos, duas cadeiras, livros, uma estante, uma televisão, quebrou o pescoço no bote de Crystal Lake, teve um machado cravado no crânio (parte 3), foram fincados ao longo do seu corpo 15 barras de metal, foi atingido por uma barra de metal diversas vezes, ficou muito tempo embaixo do lago preso por uma pedra e uma corrente em seu pescoço, foi arremessado junto a Freddy por um carro de mina, foi parcialmente queimado (por gasolina em Freddy vs. Jason), levou 25 socos no rosto (parte 8), foi chutado por Freddy, levou pedradas no rosto (parte 6), perdeu 4 dedos da mãodireita, teve os dois olhos furados, foi afogado em água e lixo tóxico, foi explodido, foi criogenizado, foi enforcado, foi decepado, foi eletrocutado (por um fio de poste, um painel destruído e em um trilho de metrô), sua cabeça foi furada por Freddy, foi arremessado contra andaimes cerca de 15 vezes (Freddy vs. Jason), foi esmagado, perdeu a perna, teve metade de sua cabeça estourada por uma hélice de barco, foi obrigado a se bater em uma parede de metal várias vezes por Freddy, ficou no espaço sem ar e em baixastemperaturas, sofreu entrada brusca na atmosfera em uma temperatura de 300°C... e sobreviveu!"

sexta-feira, 17 de maio de 2013

Vídeo do dia

Olha que bacana esse vídeo da equipe mais simpática do grid. Um trailer promocional da CATERHAM. 
Como o pessoal que comentou no YouTube, não entendi muito bem o porquê disso no meio da temporada. Mas, vá lá. Vai que os caras estão armando algum, né?
Torcemos juntos!
Ah, uma crítica: faltou o Kovalainen.


This is NASCAR!

Estava pensando em escreve algo sobre a morte de Dick Trickle, piloto da NASCAR nos anos 80/90 que faleceu ontem. 
Mas o texto do site Tazio é tão bom, que peço licença para coloca-lo na íntegra:

“Haverá um corpo morto, e será o meu.” Foi essa ligação que o centro comunitário de Lincoln, Carolina do Norte, recebeu nesta quinta. Do outro lado da linha estava Richard “Dick” Trickle, 71 anos, lenda de categorias regionais norte-americanas e ex-piloto da Nascar. Minutos depois, ele se matou com um tiro.
Trickle não foi uma figura importante para o público brasileiro. Teve uma longa carreira em categorias regionais norte-americanas, que correm em ovais com menos de uma milha de extensão. No final da década de 1980, tentou a sorte na Nascar. Nunca venceu uma corrida oficial, mas foi o estreante do ano em 1989, aos 48 anos.
O que faz dele um personagem notável era seu jeitão desencanado. Ele fumava durante as provas, a ponto de abrir um buraco no seu capacete para passar o cigarro. A Nascar permitia, desde que fosse apenas durante as bandeiras amarelas. Se essa história parece lenda, veja essa cena durante a Winston 500 de 1990, em Talladega. Perceba pela janela como o carro está realmente em movimento. Bizarro.

Após cada Big One, ele sempre dizia para o primeiro médico que chegava para atendê-lo: “me arrume um cigarro e um café, e vá atender os outros”. Quando venceu uma prova na Busch Series (atual Nationwide) pela primeira vez, em 1997, perguntou no pódio: “eu ganho cerveja grátis, né?”.
Isso tudo é pura Nascar de raiz. E um pouco dela morreu no suicídio de Dick Trickle.

quinta-feira, 16 de maio de 2013

Video do dia

Esse vídeo aí de baixo fiz já no final das atividades. Um colega com quem estava conversando me disse que o seu professor não o deixava extrair muito do carro. Disse para ele que o Córdova ensinava tudo e mais um pouco. O convidei para ir comigo. Primeiro eu pilotaria e depois ele. Na sua vez eu aproveite para fazer uma gravação.
Enjoy!

video

PS: para os cornos que dirigem a 160 km/h na estrada e colam na nossa traseira, tira 400tão da carteira. É quanto custa, em média, para ficar o dia inteiro correndo com o seu carro no autódromo em dia de Track Day, ao invés de ficar fazendo merda na estrada.

Me chama que eu vou!

Dia desses recebi um telefonema do Deivimar, o rapaz que nos vendeu o carro da minha esposa, me convidando para participar de um Track Day com o Novo Fusion no Autódromo de Pinhais. Caramba, fiquei feliz demais! Aceitei na hora, claro. Pô, imagina uma tarde toda no autódromo podendo extrair o máximo do Novo Fusion. E ainda por cima na versão Ecoobost.
Então eu fui! E que tarde senhoras e senhores. Para começar, um briefing com os pilotos que conduziriam nossas experiências. Eu tive a sorte de ter como professor José Córdova, quatro vezes campeão da Copa Clio, piloto de Rally e de monopostos no exterior. Antes de pegarmos os carros, cada convidado deu duas voltas com um dos professores para tomar intimidade com a pista e com o carro.
Meu número era o 03/03, ou seja, carro 03, terceiro convidado a pilotar. O número de voltas na pista eram 04. Dei três e, no final da quarta, um cara me atrapalhou (estava pilotando rápido demais. Praticamente um espanhol voador...). Ainda bem que Córdova salvou o dia: "vamos dar mais uma porque o cara te atrapalhou". Entrei, então para a quinta volta e dei mais uma de bônus. Seis no total!
O legal é que o Córdova ensinava como fazer tudo: frear antes de entrar na curva, tangenciá-la, pisar no meio dela... Acho que aprendi a lição, porque meu professor não me corrigiu muito. Aliás, me corrigiu bastante na tal da curva do laranjinha. Em todas as tentativas eu entrava errado. Meio quadrado, sei lá. 
No resto penso que me sai bem. Em minhas voltas sempre chegava no carro que tinha saído na frente. Pena que não dava para ultrapassá-los. Regra de segurança. Safety first.
Depois de dar minhas voltas, ainda fiquei por ali, cozinhando o galo. Vai que rola um bis no final? E não é que deu certo? Uma mocinha simpática, Mariana, disse para eu esperar que, como o cronograma estava certinho, eu poderia dar mais umas estilingadas com o serpela. 
Aproveitei o tempo para tomar um café, uma coca-cola, comer uns docinhos, salgadinhos, entrar e sair do Novo Fiesta, Nova Ecosport, Nova Ranger e conversar com o povo.
Minhas últimas voltas foram um pouco melhores que as primeiras. Acho que já estava mais ambientado com o carro e com a pista. Sem contar o professor. Gente boa demais.
Enfim, foi uma tarde para lá de agradável. Para quem gosta de carro, pista, corrida, não tem brincadeira melhor.
Quero aqui deixar meus parabéns à Ford Center e toda sua equipe pela organização do evento e pelo evento em si e agradecer pelo convite. Todos os envolvidos nos trataram com a maior cordialidade possível e conhecimento técnico. 
A idéia de organizar um Track Day deve ser despendiosa e trabalhosa mas, como me falou um dos pilotos/professores,  a alegria no nosso rosto é a recompensa deles.